Esportes

Nadadora Anita Álvarez perde a consciência na piscina e é resgatada por treinadora

Nadadora Anita Álvarez perde a consciência na piscina e é resgatada por treinadora

A nadadora estadunidense Anita Álvarez foi resgatada do fundo da piscina por sua treinadora no Campeonato Mundial Aquático da Federação Internacional de Natação (Fina), em Budapeste, na Hungria, depois de perder a consciência nesta quarta-feira (22).

A treinadora Andrea Fuentes saltou na piscina após perceber que a nadadora artística de 25 anos afundou ao final da sua coreografia na competição livre feminina solo.

Fuentes, quatro vezes medalhista olímpica em nado sincronizado, levantou Álvarez até a superfície antes de ajudar a levá-la para a borda da piscina.

Álvarez recebeu ajuda médica ao lado da piscina, informou a Reuters, e posteriormente foi transportada em uma maca.

Esta foi a segunda vez em que Fuentes teve de resgatar Álvarez, segundo a Reuters. A primeira vez ocorreu quando ela saltou em uma piscina durante um evento classificatório olímpico no ano passado, e foi levada para um lugar seguro, junto com a companheira de natação Lindi Schroeder.

Fuentes disse à emissora espanhola Cadena COPE em uma entrevista de rádio: “Acredito que nunca havia nadado tão rápido, mesmo quando ganhei medalhas olímpicas, e bem, no fim pude levantá-la e não estava respirando. Depois, veio o socorrista.”

Em um comunicado na página do Instagram do Nado Artístico dos Estados Unidos, Fuentes disse que Álvarez descansaria durante a quinta-feira (23) e consultaria um médico para saber se está em condições de competir as finais de natação livre por equipes, que estão programadas para a sexta-feira, segundo o site na internet do órgão regulador do esporte, a Fina.

“Anita está bem, os médicos revisaram todos os seus sinais vitais e tudo está normal: frequência cardíaca, oxigênio, níveis de açúcar, pressão arterial, etc…tudo está bem”, disse fontes no comunicado.

“Às vezes nos esquecemos que isso acontece em esportes de alta resistência. Maratonas, ciclismo, cross country…todos vimos imagens que mostram esportistas que não alcançam a meta e outros os ajudam a chegar”, acrescentou Fuentes.

“Nosso esporte não é diferente dos outros, apenas acontece em uma piscina, e tentamos mover limites, e às vezes, nos deparamos com eles. Anita se sente bem agora e os médicos também dizem que ela está bem”.

Álvarez acabou em sétimo lugar, atrás de Yukiko Inui, do Japão, que levou o ouro, enquanto a ucraniana Marta Fiedina e a grega Evangelia Platanioti ganharam o segundo e o terceiro lugar respectivamente, segundo o site da Fina.

Fonte: CNN

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like

Read More