Rondônia entra em período de defeso do tambaqui e pesca é proibida até março de 2020

Determinação da Sedam passou a valer desde o início deste mês. Pesca de outras espécies também serão proibidas a partir de novembro.

0
Pesca de tambaqui segue suspensa até março de 2020 em Rondônia. — Foto: Ifro/Divulgação

A pesca profissional e amadora de tambaqui nativo está proibida em todos os rios e afluentes de Rondônia. A proibição ocorre por conta do período de defeso determinado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), que passou a valer no dia 1º de outubro e se estende até 31 de março de 2020.

Conforme a Sedam, em novembro outras espécies entram no período nas seguintes datas:

  • Pirarucu: de 1º de novembro a 30 de abril de 2020;
  • Demais espécies: de 15 de novembro a 15 de março de 2020.

A pasta informou que a distinção de datas está relacionada ao período de reprodução das espécies. Nesse período, pescadores profissionais, segundo a Sedam, só podem pescar até cinco quilos do peixe apenas para consumo familiar.

Ainda conforme o órgão, a pesca durante o período de defeso é considerada uma infração ambiental, de acordo com os limites previstos da Portaria 428/2018, da Sedam.

A Portaria ainda determina que, até o segundo dia útil após o início do defeso, frigoríficos, peixarias, entrepostos, postos de venda, bares, hotéis, restaurantes e similares devem declarar ao órgão ambiental competente sobre os estoques de peixes in natura, resfriados ou congelados provenientes dos rios do estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here