Palmeiras vai mal após trocas e perde a ponta em vez de encaminhar vaga

Depois de atuação segura na primeira etapa, Luiz Felipe Scolari tirou os amarelados Thiago Santos e Bruno Henrique para colocar Felipe Melo e Lucas Lima. Estratégia não funcionou

0

uiz Felipe Scolari chegou ao Nuevo Gasómetro fazendo contas. Com 100% de aproveitamento em duas rodadas na Libertadores, o técnico afirmou que um novo triunfo, diante do então vice-líder da chave, poderia já encaminhar uma vaga no mata-mata. Mas o time volta ao Brasil derrotado pela primeira vez na edição e na segunda posição do grupo F, atrás justamente do San Lorenzo.

O desempenho alviverde caiu muito entre o primeiro e o segundo tempo em Buenos Aires. Se na etapa inicial o Verdão conseguiu controlar a partida, mesmo com 39% de posse de bola, as mudanças no intervalo acabaram derrubando o atual campeão brasileiro.

Thiago Santos, que já não fez bom primeiro tempo, e Bruno Henrique receberam cartões amarelos, e Felipão preferiu tirá-los no intervalo. As opções do técnico teoricamente deixariam o Palmeiras mais ofensivo: Felipe Melo e Lucas Lima, recuando Moisés para atuar ao lado do camisa 30.

Na prática não foi o que aconteceu. E logo no início do segundo tempo, Herrera carregou com muita liberdade na entrada da área, sem nenhum dos novos volantes para acompanhá-lo. Antônio Carlos também não encurtou o espaço do adversário, que depois de muito pensar arriscou o chute no canto de Weverton: 1 a 0 para os donos da casa, em péssimo momento no Campeonato Argentino.

As jogadas de lado de campo, que tiveram certo efeito no início da partida, não saíram mais depois do revés, e a equipe voltou a mostrar um problema recorrente nesta volta de Luiz Felipe Scolari: o time ainda não conseguiu virar nenhuma partida. Nas 11 vezes que saiu atrás do placar, acabou seis vezes no empate e perdeu outras cinco.

O técnico ainda tentou uma última cartada, ao trocar Felipe Pires por Raphael Veiga, cortado por ele no mata-mata do Paulista. Sem sucesso. Se vencesse, o Palmeiras abriria cinco pontos para o restante da chave, com ótima folga na liderança. Como perdeu, agora está a um ponto do líder San Lorenzo.

As ausências de Ricardo Goulart e Gustavo Scarpa acabaram sendo bastante sentidas, já que seus substitutos entregaram pouco, e Dudu teve atuação apagada na ponta esquerda. A volta da dupla é uma esperança para dar mais força ofensiva ao Verdão, que precisa de gols no domingo – e precisa jogar mais – para ir à final do Campeonato Paulista.

 

COMENTÁRIOS PELO FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here