Estudantes de Presidente Médici tem 1º Aulão Comunitário do ENEM no próximo dia 28, na Câmara Municipal, das 19h às 22h

Evento gratuito com dicas de Redação é coordenado pela Prefeitura e Câmara de Vereadores, tem o apoio cultural do deputado federal Expedito Netto e será realizado pelo jornalista Wilson Guedes.

0

Mais de um mil alunos da rede de ensino de Presidente Médici irão tentar, nos próximos dias 5 e 12 de novembro, uma vaga para a faculdade através do ENEM. Além das matérias comuns da grade curricular, a redação é vista por muitos como o maior obstáculo para obter uma boa nota na prova. Isso porque fazer uma dissertação, modelo de redação exigido no exame, não é uma tarefa fácil. E dependendo do tema a ser desenvolvido, os estudantes ficam ainda mais apreensivos. Foi pensando nisso que Presidente do PSD Municipal e coordenador do PSD Jovem de Rondônia, Fabiano Gomes, se uniu aos vereadores Zezinho do Estrela e Todinha e, em uma conversa com o Deputado Federal Expedito Netto alinhavaram o 1º Aulão Comunitário do ENEM na cidade, justamente para que os alunos interessados possam ter dicas e noções sobre como preparar uma boa dissertação e não incorrer nos erros mais frequentes observados nesse tipo de redação. Imediatamente o prefeito Edilson Alencar abraçou a causa e o jornalista profissional Wilson Guedes foi convidado para ministrar a aula aos interessados. O evento acontece no Plenário da Câmara de Vereadores, das 19h às 22h.

Você já deve ter visto reportagens falando sobre o número exorbitante de alunos que zeram na redação Enem. Isso acontece, pois, muitos alunos não estão acostumados a expressar suas ideias de forma escrita. A prática de redação, muitas vezes, acaba ficando em segundo plano ou esquecida dentre as demandas do conteúdo programático de Língua Portuguesa. É por esse motivo, que a redação se torna uma espécie de “medo” dos alunos. Há também os casos em que o próprio aluno não prioriza o estudo de redação, deixando-a em segundo plano.
Se formos fazer uma lista (descompromissada) de motivos pelos quais os alunos zeram na redação Enem, teremos:
– Os alunos costumam ter preguiça de treinar redação;
– Nem sempre se tem tempo para escrever o texto em sala de aula, por isso acaba ficando sempre para depois;
– Há alunos que consideram estudar redação menos importante que outras disciplinas como, por exemplo, física e matemática;
– Não administram o tempo de prova para que consigam ler com calma a proposta de redação e desenvolver um bom texto.
“Nosso objetivo é criar um clima bastante informal e não fazer com que alguém se sinta mal por ter dificuldade em escrever uma redação. Afinal, todos nós temos dificuldade em uma ou várias áreas de nossa vida. A ideia geral é gerar um ambiente bacana onde possamos passar dicas e truques para que todos possam fazer a melhor redação possível. O que posso garantir é que aqueles que forem, com certeza sairão de lá muito mais confiantes”, afirmou o jornalista Wilson Guedes.

COMENTÁRIOS PELO FACEBOOK


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here