Programa Progredir promoverá autonomia das famílias de baixa renda

deputada federal Marinha Raupp e o secretário de Assistência Social de Presidente Médici, Alessandro Martins, estiveram na cerimônia de lançamento em Brasília

0

Oferecer qualificação profissional, educação financeira e o fomento ao empreendedorismo, promovendo a autonomia das pessoas inscritas no Cadastro Único e dos beneficiários do Programa Bolsa Família. Essas são algumas das ações previstas pelo programa Progredir, lançado na última semana, em Brasília, pelo Governo Federal. A deputada Marinha Raupp e o secretário de Assistência Social de Presidente Médici, Alessandro Martins, participaram do evento e destacaram a importância do programa.

“É um grande ganho para essas famílias, que poderão crescer através de cursos de formação buscando gerar emprego e renda, fortalecendo as capacidades individuais e independência socioeconômica. E as mulheres, que são as maiores beneficiárias do Bolsa Família, ajudarão a cuidar da sua família, a desenvolver sua cidade, nosso Estado de Rondônia e o nosso País”, disse a deputada.

Para o secretário, o programa “vem empoderar as famílias que precisam desse acesso, tanto na questão do crédito quanto à questão do emprego formal. E nós dos municípios temos essa missão de incentivar todos os beneficiários a se cadastrarem. As famílias atendidas em Presidente Médici contam com um novo instrumento de cidadania”, destacou Alessandro Martins, enfatizando a orientação do prefeito Edilson Alencar: investir no social garantir direitos a população.

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra disse que quem aderir ao Progredir e conseguir um trabalho com carteira assinada e aumento da renda não será excluído imediatamente do Bolsa Família. “Não é perspectiva de vida de uma família achar que vai ficar vivendo do Bolsa Família para sempre, temos que oportunizar que essas famílias tenham uma renda melhor”, disse, esclarecendo que ao alcançarem renda de até dois salários mínimos os beneficiários continuarão recebendo o benefício por pelo menos dois anos.

O programa oferecerá cursos do Pronatec. Também disponibilizará uma ferramenta para elaboração de currículos, com identificação do perfil dos candidatos que fará cruzamento com as vagas de emprego oferecidas por empresas parceiras, além de encaminhamento para o mercado de trabalho. No quesito educação financeira serão ofertadas oficinas para mais de 100 mil famílias. Já para fomentar o empreendedorismo haverá incentivos para a concessão de até R$ 3 bilhões por ano em microcrédito para as famílias do Cadastro Único investirem em pequenos negócios e assistência técnica e inclusão financeira para trabalhadores autônomos inscritos no Cadastro Único.

COMENTÁRIOS PELO FACEBOOK


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here